segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

FELIZ 2013


NÚMERO 4


                                              


Um feliz ano novo para todos.
Desejo que o ano vindouro seja repleto de alegrias, realizações e saúde...

E que o Espirito de Natal esteja conosco em cada dia, minuto, segundo...
não só durante o ano que aproxima-se, mas por toda a nossa existência.
Que Deus esteja conosco.

Abraços,

Marcos Souza


segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

SAUDADE

                                           

NÚMERO 3


Saudade, onde é que  tu estás ?
Queria te ver de novo, te olhar, te admirar...
Sinto a tua falta, mas sei que não tem mais volta...
Preciso sonhar...
Mas quem sou para decifrar ou questionar o poder divino?
 Só Deus  é que sabe; ele manda em nosso destino!
Preciso despertar... 
Tenho esperança de um dia, ao menos um dia, te rever, te abraçar te beijar...
Deitar-me em teu colo e nele,  fazer-me ninar...
Marcos Souza


sábado, 15 de dezembro de 2012

O QUE É FELICIDADE?

 
                                   

Olá meus queridos, amigos!
Conforme o prometido, estou reeditando mais uma poesia publicada no começo desse meu humilde blog.
Sei que estou devendo visitas a vocês, mas encontro-me com a saúde um pouco debilitada e com muita dificuldade para digitar; por isso peço desculpas e paciência a vocês e prometo-lhes retribuir o carinho de todos vocês, assim que tiver condições.
Obrigado.

NÚMERO 2

A tristeza chegou... e de mim não quer largar!
O que é felicidde?
Não consigo me lembrar...
A tristeza chegou... e não quer mais ir embora...
Será que a tal felicidade volta a qualquer hora?
Disso eu não sei, não tenho certeza,
mas dizem que a felicidade é uma beleza.
Beleza? O que é beleza?
Não me lembro, Ah! não consigo me lembrar...
Será que a tristeza  fez a minha  memória se apagar?
Se apagou, não tenho certeza...
A única firmeza que tenho
é conhecer somente a tristeza.

                                                                 Marcos Souza




quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

LUZ DIVINA


Olá meus queridos, amigos!
Este mês vou reeditar as minhas quatro primeiras postagens em uma auto- homenagem por completar um ano de blog.
Agradeço a todos, pela generosidade de entrar em meu blog e fazer comentários, sempre inteligentes e agradáveis.

NUMERO 1




Comecei a caminhar por aí, triste e sem esperança de ser feliz.
Num determinado momento, daquela noite sem lua e sem estrelas,
avistei uma luz e caminhei ao encontro dela...
Andei... Andei... porém não a alcancei... 
De repente murmurei:
Meu Deus, será que nunca vou alcançar esta luz?
 De súbito,  uma voz me respondeu:
A luz está bem próxima de você.
Mas como próximo de mim, se nem perto consigo chegar?
E a voz continuou a ecoar:
Eleve o seu pensamento a mim que a luz o encontrará, não  precise sair do lugar!


 Marcos Souza